Estrofem 2mg (indisponível para pronta entrega)

Estrofem 2mg 28 comprimidos >> R$60,00




Estrofem 2mg 56 comprimidos >> R$110,00 (desconto R$10,00)



Estrofem 2mg 84 comprimidos >> R$150,00 (desconto R$30,00)



Estrofem 2mg 112 comprimidos >> R$192,00 (desconto R$48,00)

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Cirurgia de prótese de mama e "novo" medicamento

Caros leitores, 

Ando meio sumida, mas esses dias foram bem complicados para mim, primeiro por causa do trabalho que está uma confusão e segundo porque fiz uma cirurgia de prótese de mama. 
Eu ando tendo uma vontade enorme de substituir tudo é quanto hormônio por injetável, não pela eficiência pois não há prova alguma de que medicamentos injetáveis são superiores a orais, mas pela comodidade. O fato de todo dia ter que tomar aquela quantidade de comprimidos me cansa, fora que estou relapsa com os horários dos medicamentos e isto é, quando eu lembro de toma-los rs. Só tenho lembrado de tomar o anti-depressivo porque sem ele eu passo MUITO mal, então quando acordo a primeira coisa que faço é toma-lo. Como faço uso do Androcur, existem duas opções de antiandrógenos injetáveis o Lupron e o Androcur injetável. Porém o androcur injetável não é comercializado no Brasil e muito menos consegui importa-lo, restando apenas a opção do Lupron. 
O Lupron é muuuuuuuito caro, algo em torno de uns R$600,00 (se precisasse tomar apenas uma vez na vida valeria a pena mas seu uso é mensal), então pesquisando muito descobri um medicamento similar ao Lupron, com a mesma composição e na mesma dosagem, porém com um preço bem mais acessível. Ele é fabricado pelo laboratório Bergamo, custa em torno de R$200,00 a caixa. 
Mesmo sendo um valor um pouco alto resolvi experimenta-lo e ver se é tudo isso mesmo que dizem por ai e inclusive em sua bula. Diz na bula que o medicamento tem o mesmo efeito de uma castração cirurgia (orquiectomia), se realmente for verdade e ele não me causar muitos efeitos colaterais, será uma boa opção para meu caso. 
Atualmente minha testosterona mesmo com meu relapso em tomar o Androcur, fica em 21ng/ml. Após uns 3 meses de uso mensal de Lorelin irei repetir os exames e ver pra quanto foi.
Como estradiol continuo usando o Estrofem e uma dose de Progynon Depot quinzenalmente, se fosse julgar a necessidade talvez não seria precisaria tomar o Progynon, mas torno a repetir que ando esquecendo de tomar muitas vezes medicamentos os orais, então prefiro tomar Progynon porque se eu falhar algum dia com o Estrofem por exemplo, não ficarei com a taxa hormonal muito baixa.



Agora falando um pouco da cirurgia dos seios. Coloquei 395ml, prótese redonda, perfil super alto, submuscular (debaixo do músculo) e o corte debaixo da mama. A cirurgia ocorreu tudo bem, foi anestesia peridural com sedação. Me perguntaram se dói: Sim, DÓI! E muito. Não durante a cirurgia e nem no pós imediato, mas durante os primeiros 3 dias pós cirúrgico. Nesses 3 dias dependi da minha mãe para tudo, inclusive pra me levantar da cama. Mesmo tomando Tramadol a dor nunca passava por completo. Mas após algumas semanas, melhorou muito.
No início o peito fica um formato meio estranho, que aos poucos vai mudando. Hoje vou completar 1 mês de cirurgia e já estou bem acostumada com eles. Realmente valeu muito a pena todo sofrimento.
Vou postar algumas fotos aqui para você analisarem os resultados.

Primeira Semana

2 semanas depois

Quase 1 mês depois

PS: o endereço do blog voltou a ser o antigo, não sei porque, mas também não estou afim de mexer com estas confusões que o Google arruma, então deixa assim.

Em breve volto quando tiver mais novidades.

Beijos.


domingo, 31 de agosto de 2014

Progynon depot

Progynon Depot (indisponível para pronta entrega prazo aproximado 3 meses )

Medicamento importado (valerato de estradiol injetável).

Caixa com 10 ampolas R$200,00


quarta-feira, 5 de março de 2014

Progesterona na terapia hormonal

Boa noite galerinha!
Andei pesquisando mais um pouco sobre a terapia hormonal usada pelas transexuais no exterior esse dias. Sempre busco me mantar atualizada sobre qualquer novidade e descoberta que possa acrescentar algo para nós.
Sempre li em vários sites nacionais e estrangeiros, que a progesterona não tem necessidade de ser usada quando a ideia é terapia para transexuais MTF, mas pesquisando um pouco mais pude perceber que não é bem assim não, a progesterona (exclui-se progestinas sintéticas: dihidroxiprogesterona,ciproterona, medroxiprogesterona, noretisterona, noretindrona, levonorgestrel, desogestrel, gestodeno, etc) pelo que li tem um papel importante sim na terapia hormonal. A maioria das progestinas tem propriedades progestogênica, antiestrogênica, antigonadotropica (inibição da produção de hormônios esteróides sexuais nas gônadas) e alguma antiandrogênicas. A ciproterona por exemplo é uma progestina com propriedade progestogênica, antiandrogênica, antigonatropica, antiestrogênica e glicocorticoide. A principal função dela é  inibir a produção de testosterona nas gônadas e suprarrenais e competir com os receptores androgênicos (testosterona, DHT) para bloquear a ligação deles.
Mas voltando onde quero chegar, pesquisei sobre a progesterona natural também chamada de bioidêntica micronizada. Como sabem eu sempre tive uma admiração muito grande pelos hormônioos bioidênticos, vide minha paixão pelo Estrofem. Acho que quanto mais próximo aquele hormônio é do natural (produzido pelo corpo) melhores serão os efeitos de feminização e menos serão os efeitos colaterais, uma vez que aquilo alí é produzido no corpo humano, não é algo sintético ou um éster que precisa ser quebrado. Tenho ouvido falar muito bem da progesterona micronizada nos vários relatos que li de transexuais dizendo que ganharam mais disposição, mais feminização, diminuição das crises depressivas, enfim peguei também de um site algumas outras propriedades que a progesterona bioidêntica pode nos oferecer:

Benefícios gerais
pesquisadores da Clínica Mayo examinou 176 mulheres que tomam progesterona micronizada natural e que tinha tomado anteriormente progesterona sintética. Depois de um a seis meses, as mulheres relataram um aumento de 34% de satisfação sobre a progesterona micronizada em relação a sua terapia hormonal anterior, relatando: 50% de melhora nas ondas de calor, 42% de melhora na depressão e 47% na melhora da ansiedade.

Saúde Cardiovascular
Estudos da Escola da Wake Forest University of Medicine concluíram que medroxiprogesterona sintético, em contraste com a progesterona bio-idêntica, aumenta o risco de vasoespasmo coronariano. Isto é o estreitamento dos principais vasos sanguíneos que rodeiam o coração e pode potencialmente levar a um ataque cardíaco. Já a progesterona bio-idêntica mais o estradiol ao contrário da medroxiprogesterona, protegeram contra o vasoespasmo.

Saúde da Pele
Apesar de progesterona não aumentar a espessura da pele ela aumenta o fluxo sanguíneo resultando em um aumento da capacidade de suar e perder o excesso de calor através da pele . A progesterona também podem elevar a temperatura do corpo aumentando a capacidade de tolerar a frio.

Densidade óssea
A progesterona tem efeito estimulante sobre os osteoblastos, resultando em aumento da atividade de construção óssea. Isto é devido a uma estimulação direta dos receptores de progesterona em células ósseas, bem como um aumento da secreção de outros fatores de crescimento (IGF-1). O efeito mais positivo é visto quando o estrogénio e progesterona são usados ​​em combinação.

Colesterol "bom"
A progesterona natural micronizada não reduz os níveis de HDL (colesterol bom) que acontecem na reposição de estrogênio. O uso da progesterona irá resultar em um nível maior de HDL comparado aos progestágenos sintéticos.

Os benefícios do estrogênio não são diminuídos pela progesterona sintética (acetato de medroxiprogesterona) ou pela progesterona natural micronizada.

Câncer de mama
O câncer muitas vezes desenvolve em células epiteliais [que constituem um dos vários tecidos na composição de mama]. Todas as células têm um tempo de vida finito e, há um equilíbrio entre a divisão celular e morte celular. Quando estimuladas por estrogênio, o gene BCL2 faz com que células da mama cresçam rapidamente e impede que as células de ovário morram .A progesterona induz apoptose [desintegração da membrana celular] e regula positivamente o gene P53 - um gene de supressão tumoral . Os testes têm demonstrado que a progesterona, em uma concentração semelhante a observada durante o terceiro trimestre da gravidez demonstraram um forte efeito antiproliferativo sobre pelo menos duas linhas de células de câncer da mama.

Podemos mencionar também que as progestinas sintéticas, tais como o acetato de medroxiprogesterona (Provera) ou noretindrona ocupam o lugar do receptor da progesterona e inibem a ligação de progesterona endógena (natural) com o seu receptor. Progestinas sintéticas não ativam o gene P53 e também impede a produção de progesterona natural do corpo (o cérebro entende que já é suficiente a progestina tomada). Esta deficiência de progesterona induzida quimicamente, como a deficiência de progesterona natural, pode aumentar o risco de câncer de mama, porque o gene BCL2 é regulado pelo estradiol e coma regulação baixa correspondente se opõe a ação dele.

Supressão Geral Tumoral
Tal como mencionado acima, a progesterona pode regular positivamente o gene supressores de tumores p53. Este gene está presente no tecido fora do peito, bem, então pode haver uma supressão sistêmica de divisões celulares cancerígenas.

Queda de cabelo
A progesterona ajuda fazendo o mesmo trabalho da finasterida que é inibir a conversão de testosterona em DHT, porém a finasterida não apresenta todos os benefícios anteriores citados acima.

Crescimento dos seios
Muitas transexuais depois de muito tempo tomando somente antiandrógenos e estradiol perceberam que após começarem a usar a progesterona natural micronizada houve um maior desenvolvimento dos seios.

A indústria farmacêutica tem custado admitir que os médicos têm prescrito hormônios errados para as mulheres há mais de meio século! Por quê? Porque ninguém é dono da patente de progesterona micronizada natural. Simplesmente não há lucro para eles.

Há argumentos contra também que dizem que a progesterona pode abaixar a libido, pode causar insensibilidade a insulina e até mesmo causar câncer de mama se usada em excesso.
Eu sinceramente irei fazer o teste, continuarei tomando meu estradiol, meu antiandrógeno e agora a progesterona micronizada.
Quem tiver interesse no Brasil ela é comercializada sobre o nome de Utrogestan e Evocanil nas dosagens de 100 a 200mg, eu tomarei apenas 100mg por dia e verei como meu irá reagir a ela e depois posto aqui para vocês. Também irei diminuir a dosagem do acetato de ciproterona uma vez que a progesterona natural já tem um pouco de ação antiandrogênica.
Segue uma tabela para vocês conhecerem um pouco mais sobre a progesterona e suas progestinas:
Clique para ampliar
Tomem muito cuidado com as progesterona que tem propriedades androgênicas, elas podem se converter em testosterona.



CURTA NO FACEBOOK